MAIS SANGUE, MAIS VIDAS!

CAMPANHA DOAÇÃO DE SANGUE ENFERMAGEM

Autores

  • Ana Júlia Araújo Braga Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Carla de Paula Lopes Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Cleiton Brandão Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Dalva Barbosa Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Elisângela Barcelos Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Franciele Alves Campanha Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Flávio Lucas Alves da Silva Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Isabella Aparecida Silva Ferreira Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Kessely ketlen Mendes Ferreira Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Maria Cecília de Abreu Vilaça Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Marília Marina de Faria Faculdade de Pará de MInas- FAPAM
  • Nayara Aparecida Santos Barbosa Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Paola Tauany Vasconcelos Pereira Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Saulo Geraldino Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Samuel Azaff Barcelos Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Thaciane Gonçalves Duarte Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Vitória Emília Silva Gomes Faculdade de Pará de Minas- Fapam
  • Juliana Almeida Menezes Moreira Faculdade de Pará de Minas- Fapam

Palavras-chave:

Doadores de sangue, Conhecimentos

Resumo

Objetivos: Doar sangue é um ato pró-social, que possibilita a capacidade de salvar vidas. A necessidade de manutenção adequada dos estoques depende unicamente da motivação e da conscientização da população para doar sangue regularmente. Portanto, o Projeto Integrador “Mais Sangue, Mais Vidas”, Faculdade de Para de Minas FAPAM , tem como objetivo Mobilizar a população sobre a importância de doação de sangue para salvar vidas. Material e métodos: Foi desenvolvido pelos alunos 7 período de enfermagem, os quais realizaram uma campanha de conscientização de doação de sangue para a população de Pará de Minas e região demonstrando a importância  deste ato  e esclarecimento potenciais dúvidas acerca do tema.  Resultados: Por meio da divulgação de informações em redes sociais e faixas informativas sobre a doação de sangue, espera-se que o público atingido se informe e sensibilize, a fim de aumentar o número de doadores e a frequência de doação, beneficiando os estoques de sangue regionais Conclusão: Por meio do projeto concluiu-se que é de extrema importância incentivar a doação de sangue, principalmente em meio à pandemia, na qual a maior parte dos estoques de sangue encontram-se em estado crítico ou de alerta.

Referências

Brasil. (2014). Ministério da Saúde alerta que apenas 1,9% da população é doadora de sangue. Portal Brasil. Recuperado em 22 de outubro, 2017, de http://www.brasil.gov.br/eu-vou/ministerio-da-saude-alerta-que-apenas-1-9-dapopulacao-e-doadora-de-sangue

Brasil. (2017). Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Especializada e Temática. Caderno de informação: sangue e hemoderivados: dados de 2015 [recurso eletrônico]. Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Especializada e Temática. Brasília: Ministério da Saúde

Carvalho, P.O.(2016).Doação de Sangue em Idosos: Prevalência e reações adversas em hemocentro do Distrito Federal. Dissertação de mestrado. Universidade Católica de Brasília. Distrito Federal. BR. 100 p.

Malheiros, G.C.,Oliveira, A.A.S.T.,Pinheiro, C.B.,Monteiro, K.N.O.& Abreu, A.M.O.W.(2014). Fatores associados à motivação da doação sanguínea. Ver Cient da FMC 9(1): 08-12

Downloads

Publicado

2021-07-15

Edição

Seção

Artigos