INFLUÊNCIAS DA ORALIDADE NA PRODUÇÃO DE TEXTO DE JOVENS ADOLESCENTES

  • Silvana Aparecida Batista e Almeida Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Palavras-chave: Escrita, Oralidade, Ortografia

Resumo

Este artigo objetiva  refletir  sobre  questões ortográficas, buscou-se  identificar  e classificar as ocorrências dos casos de escrita que refletem a fala, abordando aspectos linguísticos  e gramaticais, principalmente, fonológicos. Para esse intento, foram analisadas 07 cartas do projeto Cartas ao Papai Noel: a escrita em Minas Gerais, núcleo NUVEPAR da Universidade Federal de Minas Gerais, coordenado pelo professor Dr. Lorenzo Teixeira Vitral. Os sujeitos das cartas são 03 jovens meninas e 04 jovens meninos, cuja faixa etária é de 11 a 16 anos. Para a realização desta análise, consideraram-se as contribuições de autores como Kato (1986), Lemle (1988), Oliveira e Nascimento (1990), Cagliari (2006) entre outros. Foram elencados 48 situações próprias da oralidade, confirmando o fato de na escrita a representação da fala  acontecer muitas vezes por não se dominar as convenções da língua escrita,  prevalecendo o domínio  da modalidade oral da linguagem.

Biografia do Autor

Silvana Aparecida Batista e Almeida, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Professora de Língua Portuguesa e Estágio Supervisionado FapamGraduada em Letras – FapamEspecialização em Educação – Faculdades ClaretianasEnsino de Língua Portuguesa-Prepes – Puc MinasTecnologia da Informação e da Comunicação no Ensino Fundamental – UFJFEducação e Empreendedorismo- UFSJMestranda do Profletras - UFMG
Publicado
2016-12-01
Seção
Artigos