TRABALHANDO O GÊNERO RECEITA CULINÁRIA: POR MEIO DA DELICIOSA NEGA MALUCA FÁCIL

  • Deiziane Mattos Almeida Ferreira Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
  • Rogério Sousa Quaresma Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
  • Vanessa Faria Viana Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Palavras-chave: Gênero receita, Língua portuguesa, Sequência Tipológica injuntiva, Texto.

Resumo

Este artigo aborda o trabalho com os gêneros textuais no ensino do português, apresentando justificativas para tal prática. Dentre essas justificativas, encontra-se a visão do texto como base da interação comunicativa humana que nos possibilita agir no meio social. Infelizmente, por meio dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio, percebe-se que os estudantes brasileiros encerram a educação básica sem alcançar habilidades e competências de um letrado. Isso ocorre, porque na maioria das vezes, apenas as tipologias narrativa e dissertativa são trabalhadas. Assim, há uma lacuna no conhecimento de outras sequências tipológicas dentre elas a injuntiva. Por isso, explicamos a importância da sequência tipológica injuntiva expondo alguns dos textos em que ela se encontra e apresentamos de forma sucinta três gêneros “receita” que são a pública, a médica e a receita culinária, dando ênfase na última. Utilizamos como texto-exemplo a Nega Maluca Fácil, contudo, longe de focarmos em apenas um aspecto dela, falamos das etapas do projeto para sua análise, de seus componentes. Depois refletimos o contexto histórico, no qual a receita escolhida foi criada em contraste com o momento atual, de forma geral.  O nosso projeto educacional aqui inserido, além de abordar o conteúdo, trata de outras questões pertinentes sobre a herança da cultura negra tendo como norte os temas transversais ética e pluralidade cultural. Para isso, faz-se relevante a história da receita brasileira para dar margem aos estudos dos ganhos linguísticos para o português brasileiro. Concluímos que o gênero receita culinária pode contribuir muito para processo de ensino-aprendizagem.

Biografia do Autor

Deiziane Mattos Almeida Ferreira, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Graduanda do 7º período de Letras
Rogério Sousa Quaresma, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Graduando do 7º período de Letras
Vanessa Faria Viana, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Mestra em Linguística e Língua Portuguesa pela PUC - MG. Especialista em Língua Portuguesa - Leitura e Produção de Textos pelo Centro Universitário de Belo Horizonte - UNI-BH. Graduada em Letras pela FAPAM.

Referências

AFRICANIDADES BRASILEIRAS: AS LÍNGUAS AFRICANAS NA FORMAÇÃO DO PORTUGUÊS BRASILEIRO. Disponível em:

<http://www.trf3.jus.br/biblioteca/trabAcad/TCCCarlaTudechWiering.pdf>. Acesso em 15 de maio 2017.

BOLO AFRO-DESCENTENTE. Disponível em: <http://istoe.com.br/417443_BOLO+AFRODESCENDENTE+/>. Acesso em15 de maio 2017.

CONFIRA AS NOTAS MÉDIAS DO ENEM 2016 NA REDAÇÃO. Disponível em: <http://www.virandobixo.com.br/noticias/NOT,0,0,1220631,Confira+as+notas+medias+do+Enem+2016+por+area+de+conhecimento+e+da+redacao.aspx>. Acesso 21 de mar. 2017.

CONTRIBUTOS DA RECEITA CULINÁRIA PARA A DIDÁCTICA DO PORTUGUÊS LÍNGUA ESTRANGEIRA. Disponível em:

<https://repositorioaberto.up.pt/bitstream/10216/20331/2/mestbiramdiengcontributos000084983.pdf>. Acesso 20 de mar. 2017. p. 9, 10, 11, 12, 13, 31, 33.

CONTRIBUTOS PARA O ESTUDO DA EXPRESSÃO DO TEMPO EM TEXTOS DE INSTRUÇÕES: CONTRIBUTOS PARA O ESTUDO DA EXPRESSÃO DO TEMPO EM TEXTOS DE INSTRUÇÕES: O Exemplo Da Receita De Culinária*. Disponível em: <http://s3.amazonaws.com/academia.edu.documents/37009622/PN_Silva_Contributos_para_o_estudo_da_expressao_do_tempo_em_textos_de_instrucoes_587597.pdf?AWSAccessKeyId=AKIAIWOWYYGZ2Y53UL3A&Expires=1494978604&Signature=J0CbpCJi6P60nWE%2B7b07qHvZAP4%3D&responsecontentdisposition=inline%3B%20filename%3DContributos_para_o_estudo_da_expressao_d.pdf+/>. Acesso em15 de maio 2017. p. 1, 2, 3, 4.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. NOVO DICIONÁRIO DA LÍNGUA PORTUGUESA. 2 ed. 27ª impressão. Rio de Janeiro: Editora Nova fronteira, 1986. p.948.

HISTÓRIA DA NEGA MALUCA. Disponível em:

< http://eebsilvajardim.blogspot.com.br/2015/05/nega-maluca-na-educacao.html>. Acesso em 14 de maio 2017.

KOCH, Ingedore G.Villaça. TRAVALIA, Luiz Carlos. A COERÊNCIA TEXTUAL. 18 ed. São Paulo: Contexto, 2011. p. 8.

KOCH, Ingedore G.Villaça. A COESÃO TEXTUAL. 22 ed., 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2014. p. 7, 11.

KOCH, Ingedore Grunfeld Villaça. DESVENDANDO OS SEGREDOS DO TEXTO. 2ª ed. São Paulo: Cortez, 2003. p. 53, 54, 57.

KOCH, Ingedore Villaça. NAS TRAMAS DO TEXTO. 2ª ed. São Paulo: Contexto, 2014. p. 209, 210.

MANUAL DE ORIENTAÇÕES BÁSICAS PARA AS PRESCRIÇÕES MÉDICAS. Disponível em: <http://www.portalmedico.org.br/REGIONAL/crmpb/manualPrescricao.pdf>. Acesso em15 de maio 2017. p. 9.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. PRODUÇÃO TEXTUAL, ANÁLISE DE GÊNEROS E COMPREENSÃO. São Paulo: Parábola Editorial, 2008. p. 147, 221, 222.

MOURA, Dácio Guimarães de. MOURA, Eduardo F. Barbosa. TRABALHANDO COM PROJETOS: PLANEJAMENTOS E GESTÃO DE PROJETOS EDUCACIONAIS. 8 ed. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes. cap. 3. p. 63 a 75.

NEGA MALUCA FÁCIL. Disponível em: <http://www.tudogostoso.com.br/receita/184774-nega-maluca-facil.html>. Acesso em 15 de maio 2017.

NOTAS DO ENEM. Disponível em: <http://g1.globo.com/educacao/noticia/cai-numero-de-alunos-com-nota-mil-na-redacao-doenem-e-sobe-total-de-zero.ghtml>. Acesso 20 de mar. 2017.

OS GÊNEROS DO DISCURSO E O TEXTO ESCRITO NA SALA DE AULA UMA CONTRIBUIÇÃO AO ENSINO. Disponível em: <http://www.filologia.org.br/vicnlf/anais/os%20generos.html>. Acesso em 25 abr. de 2017.

PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS: Terceiro e Quarto Ciclos do Ensino Fundamental Língua Portuguesa Terceiro e Quarto Ciclos do Ensino Fundamental. Disponível em:<http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/portugues.pdf>. Acesso 20 de mar. 2017. p. 23.

POLITICAMENTE CORRETO & DIREITOS HUMANOS. Disponível em:

<http://www.dhnet.org.br/dados/cartilhas/a_pdf_dht/cartilha_politicamente_correto.pdf>. Acesso 25 de abr. 2017.

RECEITAS PÚBLICAS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Aplicado à União, Estados, Distrito Federal e Municípios. Disponível em: <http://www3.tesouro.gov.br/legislacao/download/contabilidade/ManualReceita.pdf>. Acesso em15 de maio 2017. p. 14, 16, 17, 18, 19, 25.

REVISÃO DA LITERATURA SOBRE GÊNERO TEXTUAL. Disponível em: <https://www.maxwell.vrac.puc-rio.br/15194/15194_3.PDF>. Acesso 01 de abr. 2017.

SIGNIFICADO DE RECEITA. Disponível em: < https://dicionariodoaurelio.com/receitas>. Acesso 01 de abr. 2017.

UM ESTUDO DA REFERENCIAÇÃO NA TIPOLOGIA DISSERTATIVA. Disponível em: <http://www.filologia.org.br/rph/ANO22/65/011.pdf>. Acesso 20 de mar. 2017. p. 3.

Publicado
2017-12-04
Seção
Artigos