O GÊNERO HISTÓRIA EM QUADRINHOS (HQ) COMO FERRAMENTA NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM NA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

  • Gislayne Graças Fagundes Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
  • Rannyelle Francyny Silva Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
  • Renata Teixeira Silva Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Palavras-chave: Gênero Textual, História em Quadrinhos, Ensino-aprendizagem,

Resumo

Neste artigo, propomos-nos a apresentar um estudo sobre o gênero textual história em quadrinhos, no qual enfatizaremos sua origem e definição, seu uso como ferramenta no processo de ensino-aprendizagem e funcionalidade do gênero no dia-a-dia. Bakhtin (2006), Marcushi (2003), Bronckart (1999), Dolz, Noverraz e Schneuwly (2004), Vygotsky (1988), Paulo Freire (1996), Mário Feijó (2010), Paulo Ramos (2003) e Cagnin (1975) foram os estudiosos que nortearam a fundamentação teórica desta pesquisa, que teve como principais fontes utilizadas artigos científicos e livros. O artigo aborda os gêneros discursivos textuais e a história em quadrinhos aplicados no projeto “Explorando a História em Quadrinhos” realizado no 6º ano do ensino fundamental, nas aulas de Língua Portuguesa, em uma escola da rede pública da cidade de Maravilhas - MG, tendo como objetivo principal possibilitar ao aluno o desenvolvimento da criatividade, o incentivo à leitura e a compreensão sobre a construção do gênero história em quadrinhos.

Biografia do Autor

Gislayne Graças Fagundes, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Graduanda do curso de Letras - FAPAM
Rannyelle Francyny Silva, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Graduanda do curso de Letras - FAPAM
Renata Teixeira Silva, Faculdade de Pará de Minas - FAPAM
Mestra em Gestão e Avaliação Pública pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Especialista em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho. Graduada em Letras e Direito

Referências

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes, 2006, p.261-305.

BRASIL. Ministério de Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do Ensino Fundamental – língua portuguesa. v. 2. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRONCKART. Atividade de linguagem, textos e discurso: por um interacionismo sócio discursivo. São Paulo: Educ, 1999.

CAGNIN, Antônio Luiz. Os quadrinhos. São Paulo: Ática, 1975.

DOLZ, J.,M NOVERRAZ, M., e SCHNEUWLY, B. 'Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento'. In: DOLZ, J. e SCHNEUWLY, B. "Gêneros orais e escritos na escola". Campinas: Mercado de Letras, 2004. p. 95-128.

EGUTI, C. A.. A Representatividade da oralidade nas Histórias em Quadrinhos. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. USP, 2001. Dissertação de Mestrado.

FEIJÓ, Mário O prazer da leitura: como a adaptação de clássicos ajuda a formar leitores. 1. ed. São Paulo: Ática, 2010, p. 143.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996 – (Coleção Leitura).

HIGUSHI, Kazuko Kojima – Super-Homem, Mônica & Cia. p. 125-154. CHIAPPINI, Ligia Aprender e ensinar com textos não escolares. 5. ed. São Paulo: Cortez, 2002.

MARCUCHI, L.A. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. In: Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: 2003, p. 20-36.

MENDONÇA, Márcia Rodrigues de Souza. Um gênero quadro a quadro: a história em quadrinhos. In: DIONISIO, Ângela Paiva; MACHADO, Anna Rachel; BEZERRA, Maria Auxiliadora (orgs.) Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, 2002. (p. 194-207).

PARANÁ, BRASIL. Secretaria de Estado da Educação. Diretrizes Curriculares Estaduais: Língua Portuguesa. Curitiba: SEED, 2006.

RAMA, A.; VERGUEIRO, W.; BARBOSA, A.; RAMOS P. & VILELA, T. Como usar histórias em quadrinhos na sala de aula. São Paulo: Editora Contexto, 2004.

RAMOS, Paulo. A leitura dos quadrinhos. São Paulo: Contexto, 2009. (p. 16-20)

VYGOTSKY, L. S.; LURIA, A. R. e LEONTIEV, A. N. Linguagem Desenvolvimento e Aprendizagem. São Paulo: Ícone – Editora da Universidade de São Paulo, 1988.

Páginas da web e blogs consultados (autores não informados):

Bruto Informativo da História. Disponível em: <http://brutoinformativohist.blogspot.com.br/2011/09/yellow-kid-um-dos-primeiros-personagens.html>. Acesso em: 22 mai. 2017.

Explore atividades escolares e muito mais! Disponível em:

< https://br.pinterest.com/pin/522558362994445941/>. Acesso em: 22 mai. 2017.

Há quase 150 anos, nasciam os quadrinhos brasileiros: As aventuras de Nhô Quim. Disponível em:< http://brasileiros.com.br/2014/01/hoje-ha-quase-150-anos-nasciam-os-quadrinhos-brasileiros/>. Acesso em: 22 mai. 2017.

Publicado
2017-12-04
Seção
Artigos