EDUCAÇÃO E SEXUALIDADE: DESAFIOS NA PRÉ-ESCOLA

Aline das Graças Gomes, Marcelo de Paiva Bechtlufft

Resumo


Este trabalho tem o objetivo de, sob o tema “sexualidade na pré-escola” verificar se os educadores abordam as manifestações da sexualidade de seus alunos no dia a dia da sala de aula e nos espaços escolares, visto que, tal questão constitui grandes desafios para os docentes. Pretende-se ainda identificar os comportamentos, questionamentos e curiosidades das crianças a respeito da sexualidade infantil e analisar se os educadores têm conhecimento sobre o assunto que é tido como complexo e delicado no ambiente escolar. Objetiva-se ainda apresentar propostas de metodologias e orientações para um melhor trabalho com a sexualidade infantil que é um tema transversal dos Parâmetros Curriculares Nacionais. Percebe-se que é extremamente importante que o educador tenha conhecimento sobre as etapas do desenvolvimento da sexualidade infantil e os diferentes contextos nos quais as crianças estão inseridas, pois assim poderá abordar as diferentes manifestações sexuais da criança com naturalidade, segurança e clareza, evitando preconceitos e repressão, que poderão causar traumas em sua vida adulta. A pesquisa envolveu estudo bibliográfico e análise dos dados qualitativos que foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas com quatro educadoras atuantes na pré-escola, sendo duas de escolas particulares e duas de creches da rede pública de Pará de Minas. Os resultados apontam para a necessidade de os educadores obterem mais esclarecimentos e conhecimentos sobre o desenvolvimento e as manifestações da sexualidade infantil.

Palavras-chave


Abordagem; Conhecimento de professores; Educação infantil; Estratégias de intervenção; Sexualidade infantil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SYNTHESIS | Revista Digital FAPAM